skip to Main Content

Como se preparar para estudar com eficiência

Todos sabem que alcançar resultados produtivos com aquelas horinhas de dedicação aos estudos nem sempre é uma tarefa fácil. Por mais que se leia e releia tantas vezes a mesma coisa parece que nada fica retido na mente. Chega a dar vontade de jogar tudo para o alto, não é mesmo?

Mas saiba que não é impossível mudar esse cenário. Estudar de modo estratégico e eficiente pode tanto otimizar o seu tempo quanto a sua qualidade de aprendizado.

Contudo, é bom deixar claro que fórmula mágica não existe, pois nem sempre o mesmo conjunto de técnicas funcionará igualmente para todo estudante, é preciso observar e, se necessário, adequar alguns recursos. Além disso, foco e disciplina são imprescindíveis para que o objetivo seja alcançado.

Um longo período de estudo sem a devida aplicação de estratégias como a criação de um roteiro estruturado com divisão de matérias criteriosamente elaborada, por exemplo, só gera cansaço e frustração.

Como dar o primeiro passo rumo à eficiência e às boas notas
O primeiro passo é se autoavaliar e rever os pontos fracos que podem estar prejudicando sua rotina de estudos. Depois disso, criar um planejamento é fundamental. Isto não se restringe a esboçar somente o conteúdo a ser estudado, mas também a adotar alguns hábitos que acompanharão esta nova rotina eficiente.
A seguir você verá algumas dicas para ajudar a criar um ambiente favorável e uma rotina produtiva de estudos.

1) Estabeleça uma rotina – escolha um período do dia em que seu rendimento pessoal seja maior para que a falta de concentração não atrapalhe. Procure estudar sempre nesse mesmo horário.

2) Crie um cronograma de estudos com as matérias e conteúdos a serem abordados.

3) Mantenha o local limpo e organizado.

4) Desligue televisão, celular, Facebook e tantos outros mecanismos que possam desviar a atenção.

5) Pausas são importantes – descansar 5 ou 10 minutos a 30 de estudo para que o potencial de assimilação não seja prejudicado e o cérebro esteja 100% focado.

6) Relacione o conteúdo aprendido com algo fácil para a sua memorização como criação de palavras, frases ou músicas.

7) Em caso de estresse ou ansiedade faça uma pausa e comece novamente.

8) Grave áudios com suas próprias explicações.

9) Notas e resumos – anotar as informações recebidas é uma boa técnica de retenção de dados na memória.

10) A prática leva gera perfeição – não deixe de aplicar o que aprendeu.

Back To Top